Postura

Porque a postura é importante?

Postura é a forma com que o corpo se mantém ao lutar contra a gravidade, opondo-se às forças externas para manter o equilíbrio.

A postura correta é a posição na qual um mínimo de stress é aplicado em cada articulação. A postura bípede do homem é extremamente eficaz e constitui o mecanismo antigravitacional mais econômico porque gastamos pouca energia para nos mantermos em pé.

Uma boa postura está no topo da lista quando falamos em boa saúde. É tão importante quanto alimentar-se adequadamente, exercitar-se, ter uma boa noite de sono e evitar substâncias potencialmente prejudiciais como álcool, drogas e tabaco. Boa postura é o primeiro passo se quisermos fazer as coisas com mais energia, menos tensão e fadiga.

Boa postura significa que seus ossos estão alinhados corretamente e seus músculos, articulações e ligamentos podem trabalhar naturalmente. Significa que seus órgãos vitais estão na posição correta e podem funcionar eficientemente. Uma postura adequada contribui para o funcionamento normal do sistema nervoso.

A má postura conduz a movimentos corporais alterados, o que sujeita os músculos, tendões e ligamentos a tensões anormais e isso pode devastar a saúde do seu corpo.

A longo prazo uma postura inadequada vai afetar vários sistemas e funções, como por exemplo, digestão, excreção, respiração, músculos, articulações e ligamentos. Uma pessoa que tem postura incorreta está frequentemente cansada, com alguma dor ou impossibilitada de trabalhar eficazmente ou se mover corretamente.

Mesmo em pessoas mais jovens, é preciso estar muito atento à postura correta no carro, no trabalho, no computador, assistindo a TV ou estudando. Uma postura ruim pode se desenvolver por hábitos ruins, fatores ambientais ou consequência de acidentes e quedas.

Hoje, os problemas relacionados à postura são maiores do que antigamente.
Nós fazemos parte de uma sociedade que permanece sentada mais tempo do que as gerações anteriores. Com a crescente automação, cada vez mais pessoas fazem trabalhos sedentários, passando a maior parte do tempo em frente ao computador.

A má postura na maioria dos casos é resultado de fatores como:
• Acidentes e quedas (considerados graves ou leves);
• Colchões inadequados;
• Excesso de peso;
• Dificuldades visuais ou emocionais;
• Uso de calçados impróprios;
• Músculos fracos ou em desequilíbrio;
• Hábitos descuidados ao se sentar, dormir ou ficar em pé;
• Baixa autoestima;
• Tensão profissional;
• Espaço de trabalho mal projetado;
• Exercícios físicos em excesso e má orientação.


A má postura pode dar início a uma série de sintomas como:
• Fadiga – os músculos têm que trabalhar muito para sustentar o corpo. E desperdiça muita energia mesmo que seja só para se mover, o que tira a energia extra que uma pessoa precisa para se sentir bem.

• Tensão nos músculos do pescoço, costas, braços e pernas – nesse estágio, já há alterações em seus músculos e ligamentos e pode ter uma contratura permanentemente dolorosa. Mais de 80% dos problemas no pescoço resultam de contraturas musculares provocadas por anos de uma postura ruim.

• Rigidez articular e dor - pode significar que já está ocorrendo um processo degenerativo das articulações. Má postura e limitação da mobilidade articular aumentam a probabilidade de desenvolver essa condição mais precocemente.

Dicas para uma postura melhor
• Controle seu peso - peso em excesso, especialmente no abdome desequilibra a coluna, sobrecarrega os músculos que dão sua sustentação e debilitam os músculos do estômago.

• Desenvolva um programa regular de exercícios – exercícios regulares mantém sua flexibilidade, além de preparar seus músculos para uma postura adequada.

• Compre um bom colchão - não caia no conto do “colchão especial” para a coluna. Um colchão firme apoiará a coluna vertebral. Colchão mole demais provoca dores e faz com que você acorde cansado. O melhor travesseiro e o melhor colchão são aqueles que ao acordar você nem se lembra deles.

• Preste atenção às dores causadas por pequenos acidentes – pequenos acidentes, em qualquer fase da vida, inclusive na infância, podem provocar distúrbios de crescimento ou adaptações na postura, cujas dores regridem por um período e reaparecem anos mais tarde.

• Visite periodicamente um oftalmologista - um problema de visão pode afetar sua postura, principalmente no pescoço, provocando tensões persistentes.

• No seu trabalho - Como é o seu trabalho? Você trabalha sentado? Veja se sua cadeira é alta o suficiente para que seus braços apóiem na mesa. Você também pode precisar de um apoio para os pés. Você dirige muito seu carro? Providencie um apoio lombar. Você tem muitos afazeres domésticos? Reconheça seus limites; não force sua musculatura em posições desconfortantes por longos períodos sem descanso.

Cuide de sua coluna. Esteja atento a seu corpo. Perceba o sofá que faz suas costas doer, o peso da bolsa, a carteira no bolso da calça, como você carrega algo pesado, como você abaixa, a tensão na região do pescoço e dos ombros. Tente controlar o estresse e a tensão.
Evite fazer as coisas que você sabe que prejudica sua coluna e viva melhor.

Ubika