Idosos e a Quiropraxia

Durante a vida andamos, corremos, carregamos peso, caímos, batemos, levantamos. Usamos nossa coluna, na maioria das vezes, sem nenhum cuidado. E como o resto do nosso corpo ela envelhece. O resultado é uma coluna vertebral que funciona mal, o que causa endurecimento nas articulações e conduz à dor e à incapacidade de se movimentar adequadamente.

Conforme a idade avança, mudanças vão acontecendo em nosso corpo e em diversos aspectos como: aparência, metabolismo... Alguns hábitos mudam e, assim, a saúde precisa de mais atenção.

Entre as queixas mais comuns dos idosos estão as dores nas costas, pernas, articulações e nos joelhos. Isso porque, com o passar do tempo, nossos ossos ficam menos densos, os músculos enfraquecem e as articulações perdem a flexibilidade. Ainda tem o desgaste das articulações, a artrose e a maior propensão de sofrer lesões músculo-esqueléticas e quedas. Além disso, o tempo é maior para recuperação de danos causados ao corpo.

A Quiropraxia pode ajudar a aliviar essas condições e proporcionar uma melhor qualidade de vida nesta fase.

Usando a técnica adequada a cada paciente, o Quiropraxista vai ajustar (retirar os complexos de subluxações) a coluna vertebral e demais articulações, devolvendo ao corpo os movimentos, melhorando a flexibilidade e diminuindo consideravelmente as dores.

É claro que existem fatores, além da idade, que vão influenciar na velocidade com que cada pessoa se recupera e o tempo do tratamento, como por exemplo: quanto de dano já ocorreu nas estruturas envolvidas, há quanto tempo existem as lesões, as atividades que esta pessoa realiza e a condição geral de saúde.

Outro fator muito importante é a cooperação do paciente com o Quiropraxista e a disposição de mudar alguns hábitos.

Assim, com a ajuda da Quiropraxia, todos podem aproveitar bons momentos em todas as fases da vida.

Ubika